Webmarketing para MPE´s

13 Jul in blog, micro empresas, twitter, web marketing

      Uma coisa que venho percebendo é como o web marketing está ganhando adeptos das grandes empresas, e as pequenas empresas parecem que não entenderam o custo-benefício desta nova abordagem do marketing.

      Ontem em conversa com um cliente ele me informou: investimento em marketing é para "os grandes" e eu demonstrei por A+B que não! Um site com sistema administrativo por trás, por exemplo, pode te custar de R$1000,00 a R$10.000,00 dependendo da abordagem, você pode ter um site institucional (mais barato) e acoplá-lo junto a uma campanha de marketing permanente, como utilizar um blog em conjunto ao site por exemplo.

      Blog corporativo só dá um trabalhinho nas configurações, depois é só ir colocando os posts e notícias que achar relevante. Mas há que se ter cuidado para colocar assuntos relevantes para os internautas (consumidores) e não só matérias de interesse de sua empresa. O blog foi feito para termos uma aproximação com nossos clientes, interagir.

      E depois tem vários aplicativos como inserção de um vídeo de um desfile de modas, um fórum ou uma enquete. Outro meio muito difundido, mas nem tão usado é o twitter. Parece-me que os empresários das MPE´s ainda não perceberam como o twitter pode auxiliar nas vendas e lucratividade em suas empresas. Lendo o livro "Twitter, Influenciando Pessoas & conquistando o mercado" de Anderson Vieira, percebi o quanto o twitter pode levar uma empresa ao sucesso ou ao fracasso. Isso mesmo, ás vezes se não soubermos o que colocar no twitter isso pode voltar-se contra nós, devemos cuidar com comentários que podem prejudicar a imagem da empresa, porém o restante é muito simples.

      Para quem ainda não entrou na onda do twitter, hoje ainda vou postar um artigo sobre este assunto mais profundamente. Enfim, a verdade é que "quem não é visto, não é lembrado" e hoje as pessoas não possuem mais tempo de passear no centro da cidade para escolher uma roupa ou casaco e se você Micro e pequeno empresário não acordar, perderá seus clientes para as lojas virtuais de roupas, sapatos, jóias e etc.